Como lidar com pessoas com deficiência?

  • Não tenha medo de se aproximar. Pergunte à pessoa com deficiência se ela precisa de auxílio e de que forma você pode ajudá-la. A maioria não se importa em responder a perguntas e esclarecer dúvidas.
  • Não faça de conta que a deficiência não existe. Se você tentar se relacionar com uma pessoa como se ela não apresentasse nenhuma condição de deficiência, vai estar ignorando uma característica importante dela. Aja com naturalidade.
  • Embora ainda conste na legislação em vigor, o termo “portadores de deficiência” tem sido substituído por “pessoas com deficiência”. A nomenclatura também inclui palavras simples como “cego”, “surdo” ou “cadeirante”. Não se acanhe em utilizá-las.
  • Não é correto dizer que alguém é “surdo-mudo”. As pessoas surdas, por não escutarem a voz humana, têm dificuldade para aprender a linguagem oral, mas falam por sinais. Algumas fazem leitura labial. Quando quiser conversar com uma pessoa surda, acene para ela ou toque, levemente, em seu braço. Gritar, nem pensar.
  • Não crie obstáculos que atrapalhem ainda mais a vida de uma pessoa com deficiência. Tenha cuidado na hora de estacionar seu veículo, por exemplo. Nada de obstruir rampas ou tomar as vagas exclusivas para esse público.
  • Qualquer pessoa que saiba escrever letras maiúsculas, pode fazê-lo na mão do indivíduo surdo-cego, além de traços, setas, números, para indicar direções, quantidades etc. O importante é se comunicar, não importa o método!